Select Page

p.p1 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px ‘Helvetica Light’; -webkit-text-stroke: #000000 p.p2 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px ‘Helvetica Light’; -webkit-text-stroke: #000000; min-height: 14.0px p.p3 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px Helvetica; -webkit-text-stroke: #000000 p.p4 margin: 0.0px 0.0px 15.0px 0.0px; text-align: justify; font: 12.0px ‘Helvetica Light’; -webkit-text-stroke: #000000; min-height: 14.0px p.p5 margin: 0.0px 0.0px 15.0px 0.0px; text-align: justify; font: 12.0px Helvetica; -webkit-text-stroke: #000000 p.p6 margin: 0.0px 0.0px 15.0px 0.0px; text-align: justify; font: 12.0px ‘Helvetica Light’; -webkit-text-stroke: #000000 p.p7 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; text-align: justify; font: 12.0px Helvetica; -webkit-text-stroke: #000000; min-height: 14.0px p.p8 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; text-align: justify; font: 12.0px Helvetica; -webkit-text-stroke: #000000 p.p9 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; text-align: justify; font: 12.0px ‘Helvetica Light’; -webkit-text-stroke: #000000; min-height: 14.0px p.p10 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; text-align: justify; font: 12.0px ‘Helvetica Light’; -webkit-text-stroke: #000000 p.p11 margin: 0.0px 0.0px 10.0px 0.0px; font: 12.0px Helvetica; -webkit-text-stroke: #000000 p.p12 margin: 0.0px 0.0px 10.0px 0.0px; font: 12.0px ‘Helvetica Light’; -webkit-text-stroke: #000000 p.p13 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px ‘Helvetica Light’; color: #272727; -webkit-text-stroke: #272727 p.p14 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 12.0px Helvetica; -webkit-text-stroke: #000000; min-height: 14.0px span.s1 font-kerning: none span.s2 font: 12.0px ‘Helvetica Light’; font-kerning: none

Pois que isto anda difícil no que toca ver-se uns raios de sol aqui por estes lados, não é verdade? Lá tivemos assim uns dias mais quentinhos em Maio mas, desde então, está assim uma espécie de verão siberiano. Ontem, então, chovia tanto que parecia Novembro. Enquanto o Verão A SÉRIO chega e não chega, a pessoa vai tentado ganhar uma corzinha nas viagens que faz, para ver se perde aquele ar de lula com desinteria. E, para isso, tem de levar o belo do biquíni e/ou fato-de-banho na mala. 

Este ano resolvi apostar em marcas portuguesas. Se é verdade que “o que é nacional é bom”, não será menos verdade que não faltam marcas com biquínis e fatos-de-banho giros, por isso fiz-vos a papinha toda e andei à procura dos modelos que mais gosto em cada uma delas. Tudo para que não tenham trabalho, porque eu sou esse tipo de boa pessoa. É só escolher, minhas amigas, é só escolher. Nos entretantos, descobri também algumas coisas sobre cada uma destas marcas, para que possam ficar a conhecê-las um bocadinho melhor. E se tiverem outras para a troca, é favor partilhar

Bohemian Swimwear 
A Erica estudou design gráfico e sempre viveu apaixonada pelo surf, desporto que começou a praticar aos 15 anos. Andou pelo mundo a tentar encontrar as melhores ondas e nessas viagem arranjou toda a inspiração que precisava para criar uma marca de swimwear. A Bohemian Swimwear nasce em 2012 como uma das primeiras marcas a usar um material inovador: o neoprene, o mesmo dos fatos de surf. As colecções inspiram-se em detalhes e padrões boémios e para o verão de 2019 há metalizados, folhos e padrões tropicais.


HOPINESS
Foi no final de 2013 que, durante uma conversa entre amigas na praia de Santa Cruz, a Joana teve a ideia de criar uma marca de fatos-de-banho que fosse totalmente diferente do habitual. Designs modernos e diferenciadores no mercado eram o objectivo principal, mas sem perder o conforto, acima de tudo. Na colecção de 2019 há vários modelos mais simples e lisos mas também encontram padrões mais elaborados como os  floridos ou as riscas.

LATITID

Latitude + Altitude = LATITID. É da fusão destas duas palavras que nasce a marca das irmãs Inês e Marta Fonseca, em parceria com Fernanda Santos. A ideia era criar uma coleçcão onde as tendências da moda passassem directamente para os fatos-de-banho, e em cada nova linha há uma cidade que serve de inspiração aos modelos. A primeira escolhida, como não podia deixar de ser, foi uma portuguesa: o Porto. Para 2019, a Cidade do Cabo, na África do Sul, foi a escolhida como inspiração numa colecção que traz animais, cores e texturas da natureza.

CANTÊ
As viagens de Mariana Delgado e Rita Soares serviram de inspiração para, em 2011, criarem uma marca totalmente diferente de tudo o que existia até então no mercado. Nasceu a Cantê, com fatos-de-banho exclusivos, com cores e padrões únicos, totalmente produzidos em Portugal. Para o Verão de 2019, a Cantê viajou até Itália para fotografar a nova colecção, que se inspira em cenários da costa amalfitana ou nas casas caiadas de Positano.

ROS LISBON

A carreira em comunicação em saúde que Ana Ros construiu foi substituída, no Verão de 2014, pelos saltos altos, as sabrinas e, um ano mais tarde, pelo swimwear. A ROS Lisbon foi criada à medida do gosto especial da Ana, que procura sempre peças confortáveis e padrões únicos e de qualidade. A colecção de 2019, produzida com materiais franceses e  italianos, traz vários modelos de biquínis e fatos-de-banho com nomes de várias praias portuguesas, como a Praia do Barril ou a Praia da Comporta.
Site: 
http://roslisbon.com/

Type
Depois de um mestrado em gestão e de uma licenciatura em arquitetura, a Inês Almeida quis criar uma marca de swimwear que fosse divertida, com qualidade e que representasse mulheres confiantes e com atitude. Assim nasceu a Type, com coleções que vão desde os biquínis com folhos aos fatos-de-banho mais simples e sóbrios, com opções para qualquer tipo de corpo. Para este Verão, a campanha Guapa foi fotografada em Tulum, no México, e inspira-se em viagens.

NYOS 

Foi em 2014 que Daniela Marques teve a ideia de fundar uma marca portuguesa com padrões diferentes e originais, a NYOS. Hoje, a NYOS é reconhecida por criar peças para mulheres reais, com curvas. No verão de 2019, os folhos, os padrões florais e os triquínis são algumas das sugestões da marca portuguesa.
Site: 
https://nyos.com.pt/
PAPUA

Tem nome de ilha do Pacífico, mas a Papua é 100% portuguesa. A marca, criada em 2012 por Marta Santos e pelo namorado, Nuno Leitão, está cheia de padrões exóticos e peças com designs mais arrojados, inspirados em obras de arte, no desporto e em praias tropicais. Este ano, como não podia deixar de ser, há padrões tropicais que se misturam com cores como o azul elétrico, o vermelho ou o amarelo.
SITE: 
https://www.papua.pt/
VOKE


Desde os cinco anos que Inês Franco e Sofia Charola são as melhores amigas. Andavam sempre juntas e até acabaram por estudar em áreas parecidas. A Inês tirou design de moda e a Sofia seguiu design. Em 2013, quando a Sofia já tinha uma marca de swimwear, juntaram-se para criar uma marca juntas, e assim nasceu a VOKE. É tudo fabricado em Portugal, com lycras que vêm de Itália, e a colecção de Verão de 2019 inspira-se nos biquínis e fatos-de-banho usados nas décadas de 50 e 60 — e até têm nomes de super-heroínas dessa altura.

AUMAR
Depois de ter passado por vários ateliers de costura,  Mariana Silva teve a oportunidade de criar e vender peças de roupa próprias. Com isso, surgiu a Aumar e, pelo meio, uma colecção de swimwear que viria a tornar-se no foco principal da marca. Da equipa fazem também parte duas designers, que estão responsáveis por pesquisar tendências e, a partir daí, criar novos modelos e padrões para cada colecção.
Site: 
https://www.aumarswimwear.com/