Select Page

Fora da época de praia ou daquelas alturas (raras) em que vou ao ginásio todos os dias, eu sou daquelas pessoas que lavam o cabelo dia sim, dia não. Como seca com alguma facilidade nas pontas, prefiro não abusar da sorte e sujeitá-lo a menos lavagens e ao sacana do secador. Mas, a verdade, é que cada vez mais sinto que o cabelo fica sujo mais rapidamente. Antigamente, no dia em que não o lavava, ele mantinha na mesma o bom ar e um aspecto limpinho, mas agora parece que fica assim “nhé” muito mais depressa. Já me disseram que pode ter a ver com toda a poluição que anda no ar – e que infelizmente, é cada vez mais. Não é só a pele a sofrer,  o nosso cabelo também se ressente: as partículas de sujidade que andam no ar e que se prendem ao nosso cabelo, fazem com que perca o brilho, fique mais quebradiço, mais frágil… enfim, meio deprimido.
Não é muito fácil escapar da poluição, sobretudo quem mora em grandes centros urbanos. Aliás, segundo estudos da Organização Mundial de Saúde, 90 a 95% da população mundial vive em sítios com níveis de poluição acima da média. Levamos o dia a levar com fumo de escapes, de tabaco, de vários gases poluentes, e tudo isso tem efeitos nocivos no cabelo e no couro cabeludo. Como não podemos pegar em nós e mudarmo-nos todos para o Portugal profundo, temos de procurar outras formas de combater os efeitos poluentes e proteger o nosso cabelo.
A pensar nisso, a Klorane lançou recentemente a linha anti-poluição, desenvolvida com Menta Aquática cultivada nos seus terrenos no sudoeste francês, através do processo de agricultura biológica. Mas o que é que a menta tem a ver com a poluição e de que forma é que pode ajudar a dar cabo dela? Eu explico. Ora bem, a menta aquática cresce em lugares húmidos, normalmente à beira de rios e ribeiros, floresce entre Julho e Outubro, e é tradicionalmente usada em todo o mundo, há já vários séculos. Vai daí, a Klorane decidiu aplicar as propriedades purificantes da Menta Aquática nos seus produtos, depois de duplamente comprovadas. Por um lado, pelos seus especialistas em cabelos, por outro, pelos especialistas da Universidade Tsinghua, na China, com o apoio da Klorane Botanical Foundation, demonstrando as excepcionais capacidades de limpeza da água.
Isto faz com que esta linha seja ainda mais especial. Não só pelo efeito anti-poluição no cabelo, mas sobretudo por ser um projecto eco-responsável, desde o cultivo da Menta até à produção por meio de canais de distribuição curtos. Além disso, também a água doce é protegida, através de um processo de despoluição que utiliza  a menta aquática para limpar águas contaminadas no sudoeste de França. É ou  não de aplaudir?
A linha é composta por três produtos:
Champô Detox com Menta Aquática: um champô biodegradável que lava o cabelo em profundidade, removendo as impurezas e partículas poluentes, ao mesmo tempo que respeita o equilíbrio do couro cabeludo. Tem um cheirinho maravilhoso a hortelã e dá uma sensação de frescura logo desde a primeira aplicação. É recomendado para todo o tipo de cabelo;
Bálsamo Protector com Menta Aquática:  este bálsamo após-champô, biodegradável e natural, desembaraça instantaneamente em todo o comprimento e garante uma proteção eficaz do cabelo, graças ao seu efeito “escudo” antipoluição. O cabelo fica protegido, brilhante e mais fácil de pentear.

Bruma Purificante com Menta Aquática: para mim é o produto revelação desta linha. Esta bruma natural purifica e neutraliza os odores acumulados no cabelo ao longo do dia (comida, tabaco, fumo dos carros…), o que proporciona ao cabelo uma verdadeira sensação de frescura.

Posto isto, e se também sentem que o vosso cabelo se suja com mais facilidade, acho que têm MESMO de experimentar esta nova linha. A Klorane é uma marca com “alma botânica”, o que significa que todos os seus produtos têm na base ingredientes naturais cuidadosamente seleccionados, cultivados com respeito e preservando os recursos. É uma marca com uma missão bonita, preocupada e que está sempre à procura de novas formas de se tornar mais sustentável e proteger o ambiente. E eu gosto disso e acho que o futuro de todas as marcas passará cada vez mais por aqui, uma presença mais consciente. Ficamos a torcer por isso!



Post em parceria com Klorane