Select Page

p.p1 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; text-align: justify; font: 11.0px Helvetica; -webkit-text-stroke: #000000 p.p2 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; text-align: justify; font: 11.0px Helvetica; -webkit-text-stroke: #000000; min-height: 13.0px p.p3 margin: 0.0px 0.0px 0.0px 0.0px; font: 11.0px Helvetica; -webkit-text-stroke: #000000 span.s1 font-kerning: none span.s2 font: 12.0px ‘Trebuchet MS’; font-kerning: none span.s3 font-kerning: none; background-color: #fffb01



Ora bem, no outro dia disse-vos aqui que ia iniciar a YES!diet da Well’s e prometi que vos ia pondo a par de tudo. Recebi imensas mensagens, não só de pessoas curiosas em experimentar, como de outras que já começaram a dieta e me quiseram dar uma força. Obrigada, vocês são as maiores! Então, pois que tive a consulta de nutrição com uma nutricionista para analisarmos o estado da desgraça, para definirmos objectivos e para escolher os alimentos para a primeira semana.

Penso que não expliquei no primeiro post, mas a YES!diet é um plano a três fases. A primeira é a de perda de peso mais rápida e na qual se come apenas refeições da YES!diet. Nesta fase, temos consultas uma vez por semana até passarmos para a fase dois, a de transição. Aqui, o plano já combina refeições YES!diet com alimentação tradicional. Por fim, temos a fase três, a da educação alimentar. É a altura em que já só comemos a nossa comida mas, opcionalmente, podemos inserir algumas refeições YES!diet.

No meu caso, ficou definido que o plano duraria mais ou menos

um mês, mas isto varia muito de pessoa para pessoa e dos objectivos pretendidos. Depois da pesagem e das medições, concluímos que não há grande peso a perder, mas sim gordura. Gorduraaaaaaa com fartura, raisparta! Nada que não estivesse à espera. Não treino desde que engravidei e, claro, com a gravidez veio o bebé mas também veio para aqui muita coisa indesejada. E, claro, apesar de não precisar de perder peso, se dois ou três quilitos pudessem ir à vida deles eu também não dizia que não. E acho que é um dos pontos fortes desta dieta, aplica-se a todos os casos, desde as pessoas que precisam de perder muito peso até àquelas que, como eu, querem só voltar a entrar nos eixos, dar cabo de um par de quilos e voltar a ganhar bons hábitos alimentares.


Por não ter muito peso a perder, o meu plano arrancou logo na fase dois. Uma das recomendações fortes foi que bebesse muita água (custa-me tantooooo) e se pudesse ir fazendo algum exercício, então, ainda melhor. Confesso que estou numa fase em que prefiro comer menos do que treinar, mas sei que se quero ganhar resistência, firmeza e um rabo a tocar no pescoço, então não há volta a dar: tenho mesmo de ir malhar. Coragem, muita coragem. 

A nutricionista teve uma paciência de santa, explicou-me tudinho, tirou-me todas as dúvidas e ajudou-me a escolher as refeições YES!diet à venda na Well’s. E há muiiiiiitas opções. Para mim, uma das grandes mais-valias da YES!diet é a de ter refeições frescas, como as saladas, as sopas, os woks ou as tortilhas. É só levar e está pronto a comer, não é preciso cozinhar nada. Mas mesmo o que há para cozinhar — como os crepes ou as omeletes — não dá trabalho nenhum, é só mesmo juntar água, um ovo, levar um minuto ao lume e está feito. 

Optei por trazer pão de cereais e doce de morango ou queijo fresco para o pequeno-almoço (quem me tira o pão tira-me tudo), barritas, chips e crackers para os snacks e um misto de refeições para o almoço e para o jantar. Como ainda não conheço nada, a ideia é experimentar o máximo possível para ver do que gosto mais. Havia outras opções que recusei logo à partida, porque são coisas que não como habitualmente, como os batidos, o galão, as papas de aveia, os flocos ou os pudins. Mas, lá está, acho que há alternativas para todos os gostos. 

A nutricionista garantiu-me que não se passa fome nenhuma, pelo contrário, que as refeições até enchem bastante e há quem não consiga fazer as sete, que são recomendadas. Eu tenho para mim que vou querer tudoooooo, mas pronto, vamos vendo. Também me explicou que como o corpo entra em cetose, é provável que nos primeiros dois ou três dias sinta algumas alterações (tipo, mais cansaço ou uma vontade extra de atacar doces), mas que é tudo normal. Enfim, estou expectante e cheia de vontade de levar isto a sério até ao fim, portanto vamos a isto!

Relembrar apenas que quem quiser experimentar a YES!diet pode marcar a consulta de nutrição gratuitamente através do 808 109 000. Se decidirem avançar para a YES!diet, têm 10% de desconto se utilizarem o código PIPOCAMAISDOCEYES! (válido até 31 de Julho).